SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 número3Aspectos sociocognitivos da obesidade: Estereótipos do excesso de pesoAspectos psicossociais da obesidade na infância e adolescência índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Psicologia, Saúde & Doenças

versão impressa ISSN 1645-0086

Resumo

ALBERGARIA, Rita et al. Ingestão compulsiva na obesidade: Portugal continental e São Miguel, Açores. Psic., Saúde & Doenças [online]. 2017, vol.18, n.3, pp.699-711. ISSN 1645-0086.  http://dx.doi.org/10.15309/17psd180306.

Este estudo objetivou explorar se a ingestão compulsiva-IC em pessoas com obesidade é influenciada pelo comportamento alimentar, satisfação com o suporte social, variáveis sociodemográficas, de saúde e estilo de vida. E comparou a prática de IC e Índice Massa Corporal-IMC entre indivíduos de Portugal continental (n=117) e de São Miguel, Açores (n=70) - arquipélago com maior incidência nacional de obesidade. Os participantes preencheram a Escala de Ingestão Compulsiva, o Questionário Holandês do Comportamento Alimentar e a Escala de Satisfação com o Suporte Social. Utilizou-se a modelação de equações estruturais para construir o modelo estrutural, com variável dependente a IC. A ingestão emocional (β=.26;p<.001), a ingestão externa (β=.2;p<.001) e a satisfação com os amigos (β=-.14;p=.004) predizem a gravidade de IC. Também o nível de habilitações académicas se associou à IC (β=-.11;p<.001). Não se verificou associação entre a IC e o IMC (β=.003;p=.68). Nem diferenças entre os participantes insulares e os de Portugal continental relativamente à IC (t(115,897)=-1.38;p=.17), contrariamente ao IMC (t(184,538)=3.57; p=.001). Sugerem-se intervenções promotoras de estratégias para a gestão da ingestão emocional e externa e o desenvolvimento de redes de apoio de amigos, conjugadas com atividades promotoras de saúde para a atenuação da gravidade da IC. A ausência de diferenças entre a amostra insular e continental relativamente à IC levanta a hipótese de outras variáveis explicarem as diferenças na prevalência de obesidade, que não as estudadas nesta investigação.

Palavras-chave : ingestão compulsiva; comportamento alimentar; satisfação com o suporte social.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons