SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 número2Necessidades e preocupações de pais de bebés internados numa unidade de neonatologiaStresse ocupacional, avaliação cognitiva, burnout e comprometimento laboral na aviação civil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Psicologia, Saúde & Doenças

versão impressa ISSN 1645-0086

Resumo

GUERRA, Maria Ivana  e  JUCA, Vládia. Narrativas das mulheres sobre o cuidado pré-natal em uma maternidade pública. Psic., Saúde & Doenças [online]. 2016, vol.17, n.2, pp.253-264. ISSN 1645-0086.  http://dx.doi.org/10.15309/16psd170211.

O objetivo desta pesquisa consistiu em compreender as narrativas das mulheres sobre a experiência do cuidado pré-natal em uma maternidade pública do município de Salvador e mais especificamente, entender o significado da gestação para as mulheres e analisar os aspectos facilitadores e complicadores da adesão das mulheres ao cuidado pré-natal. Trata-se de uma pesquisa qualitativa e exploratória. A seleção das gestantes do grupo de adesão ao pré-natal foi realizada entre as pacientes do ambulatório de pré-natal. As mulheres do grupo de não adesão foram puérperas internadas na maternidade no alojamento conjunto. Participaram do estudo três gestantes no grupo de adesão e três puérperas no grupo de não adesão ao pré-natal. Foram realizadas entrevistas semi-estruturadas com as participantes, sendo assinado o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido, de acordo com a resolução da CNS 196/96. As entrevistas foram gravadas, transcritas e analisadas, sendo organizadas em categorias: a percepção das mulheres sobre a gestação, as características e a compreensão sobre o cuidado pré-natal, ressaltando os aspectos que contribuíram e dificultaram a realização deste cuidado. Os resultados indicaram que as mulheres, no geral, enfrentam dificuldades de distintas ordens vinculadas ao contexto de vulnerabilidade social no qual se encontram e, mesmo assim, não mediram esforços para garantir assistência especializada à sua saúde e a prevenção de agravos para o seu filho. Dentre as participantes que não aderiram ao pré-natal, foram identificados alguns impedimentos, dentre os quais se destaca dificuldades referentes à gestão do cuidado a gestante em Salvador que prejudicam a acessibilidade.

Palavras-chave : narrativas; cuidado pré-natal; mulheres.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons