SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 número2Propriedades psicométricas do questionário who vaw em idosos brasileirosRepetição da “gravidez na adolescência” e o planejamento familiar índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Psicologia, Saúde & Doenças

versão impressa ISSN 1645-0086

Resumo

PENHA, Lívia de Ângeli Silva; HECK, Elisa Tavares Sanabio; COSTA NETO, Sebastião Benício da  e  SILVA, Fernanda Gonçalves. Avaliação das habilidades sociais de residentes de um hospital universitário. Psic., Saúde & Doenças [online]. 2016, vol.17, n.2, pp.162-178. ISSN 1645-0086.  http://dx.doi.org/10.15309/16psd170205.

Estudos sobre habilidades sociais em profissionais de saúde possibilitam o desenvolvimento de relações interpessoais efetivas e satisfatórias entre os membros das equipes de saúde e, entre estes e os pacientes. O presente trabalho avaliou e identificou o repertório de habilidades sociais de 35 residentes (28 mulheres e sete homens) de um hospital universitário, com idades variando entre 22 e 50 (M=27,43 anos), inseridos em serviços de Urgência e Emergência. A coleta de dados incluiu um Questionário Sócio Demográfico, o Questionário de Aspectos Emocionais / Comportamentais e o Inventário de Habilidades Sociais - Del Prette (IHS - Del Prette). Os resultados indicam que, de modo geral, os residentes apresentaram bom repertório de habilidades sociais. No entanto, houve indicação do treinamento para parte dos homens em relação ao F1 - Enfrentamento e auto afirmação com risco e parte das mulheres em relação aos Fatores 2, 3 e 4 (Auto afirmação na expressão de sentimento positivo, Conversação e desenvoltura social e Auto exposição a desconhecidos e situações novas, respectivamente) do IHS - Del Prette. A pesquisa possibilitou ampliar os estudos sobre habilidades sociais em contextos de saúde, contribuindo para avaliações de trabalhadores de saúde e para possíveis delineamentos de programas de treinamento de habilidades sociais nesta área. O estudo não esgota outras possibilidades de análises. Estudos futuros seriam relevantes ao abordar desempenho e competência social de habilidades sociais em contextos de saúde, o que poderia incrementar pesquisas de intervenção na área.

Palavras-chave : habilidades sociais; profissionais de saúde; comunicação; assertividade; análise do comportamento.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons