SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 número3Inventário de ruminação relacionada com o acontecimento: qualidades psicométricas na população portuguesaSintomas depressivos, resolução de conflitos e satisfação conjugal em indivíduos num relaconamento índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Psicologia, Saúde & Doenças

versão impressa ISSN 1645-0086

Resumo

AFONSO, Andreia Castro  e  SILVA, Isabel. Qualidade de vida relacionada com saúde oral e variáveis associadas: revisão integrativa. Psic., Saúde & Doenças [online]. 2015, vol.16, n.3, pp.311-330. ISSN 1645-0086.

A saúde oral, enquanto parte integrante da saúde geral, influencia e é influenciada por vários fatores, constituindo um dos problemas de saúde pública mais desafiantes pela sua multidimensionalidade e impacto individual e social. Esta revisão integrativa da literatura visa reunir e analisar publicações originais de texto integral livre, no sentido de investigar a associação entre variáveis sociodemográficas, comportamentais e clínicas, e a Qualidade de Vida Relacionada com a Saúde Oral (QdVRSO), avaliada através do Oral Health Impact Profile-14 (OHIP-14). Foram cumpridas as reco­mendações propostas no guia PRISMA. Foram utilizadas as bases de dados eletrónicas PubMed/National Library of Medicine, SciELO e B-ON com o uso dos descritores “oral health-related quality of life”, “OHIP-14” e “adults”. As 17 publicações incluídas nesta revisão integrativa consistem em estudos observacionais e num estudo quasi-experimental, publicados entre 2006 e 2013. Os estudos analisados sugerem que a QdVRSO encontra-se associada a variáveis clínicas, como número de dentes cariados ou perdidos, utilização de prótese dentária, xerostomia e gravidade de doenças periodontais. Fatores sociodemográficos, como maior idade, menor escolaridade e estado civil solteiro ou viúvo, e variáveis comportamentais, como hábitos alimentares e de higiene oral, hábitos nocivos e acesso a serviços de saúde, surgem como variáveis moderadoras, afetando a intensidade da relação entre variáveis clínicas e QdVRSO. Os resultados apontam uma relação direta entre auto perceção de saúde geral ou oral, necessidade de utilizar/ substituir prótese dentária, em que os indivíduos com perceção negativa apresentam indicadores clínicos de maior gravidade.

Palavras-chave : saúde oral; qualidade de vida; adultos; OHIP-14; variáveis; revisão integrativa.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons