SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 número2Qualidade de vida relacionada com sáude oral avaliada em adultos: revisão integrativaCrise económica, saúde e doença índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Psicologia, Saúde & Doenças

versão impressa ISSN 1645-0086

Resumo

PEDREIRA, Marta  e  LEAL, Isabel. Terceiro trimestre de gravidez: expectativas e emoções sobre o parto. Psic., Saúde & Doenças [online]. 2015, vol.16, n.2, pp.254-266. ISSN 1645-0086.  http://dx.doi.org/10.15309/15psd160210.

A mudança na forma como a gravidez é vivenciada pela família juntamente com a facilidade de acesso à informação sobre esta temática, têm desafiado a perceção do parto como sendo unicamente um ato médico, o que implicou alterações nas representações sobre a gravidez. Deste modo, pretende-se analisar as vivências emocionais e as expetativas que a grávida no terceiro trimestre tem relativamente ao parto. Consiste num estudo qualitativo descritivo e exploratório, baseado numa amostra de 30 grávidas, de nacionalidade portuguesa, cuja média de idades é de 32 anos. Realizou-se um questionário sociodemográfico e uma entrevista semi-directiva intitulada Interview of Maternal Representations During Pregnancy - Revised Version (IRMAG-R, Ammaniti & Tambelli, 2010). Os resultados demonstram que nesta fase da gestação há uma envolvência afetiva intensa com o bebé, que se projeta nas preocupações relativas ao seu bem-estar no pós-parto e em menor número nas preocupações durante o parto. As expetativas são positivas. A grávida espera ter um parto rápido, fácil, com pouca intervenção médica, em que a dor é percecionada como um fator intrínseco ao acontecimento. Apresenta uma postura de confiança, em que a ansiedade é caracterizada pelo desejo de querer conhecer o bebé real. Pretende que o pai do bebé esteja presente durante o parto e refere a sua mãe como figura principal de suporte no pós-parto. Torna-se fundamental ajudar a mulher ao longo da gestação a lidar com estas questões e a formular expetativas saudáveis de modo a adaptar-se à nova fase da sua vida.

Palavras-chave : Terceiro trimestre de gravidez; Parto; Expetativas; Vivência Emocional; Preocupações; Rede Social.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons