SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 número3Desfiguramento facial adquirido: breve revisão narrativaVinculação e modelo interno dinâmico do self em crianças de idade pré-escolar índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Psicologia, Saúde & Doenças

versão impressa ISSN 1645-0086

Resumo

FIGUEIREDO, Bárbara  e  DIAS, Cláudia. Escalas de avaliação da interação mãe-bebé: Versão portuguesa das interaction rating scales. Psic., Saúde & Doenças [online]. 2013, vol.14, n.3, pp.502-514. ISSN 1645-0086.

As Escalas de Avaliação da Interação Mãe-Bebé constituem a versão portuguesa das Interaction Rating Scales, propostas por Field (1980), e têm por objetivo avaliar a interação mãe-bebé, aos 3 meses de idade do bebé. As Escalas de Avaliação da Interação Mãe-Bebé foram administradas a 51 díades mãe-bebé aos 3, 6 e 12 meses pós-parto. A versão portuguesa das escalas mostrou elevados índices de consistência interna - Alfa de Cronbach 0,85 (IRSff bebé), 0,91 (IRSff mãe), 0,87 (IRSal bebé), 0,82 (IRSal mãe), assim como elevada fidelidade e validade concorrente e preditiva. As Escalas de Avaliação da Interação Mãe-Bebé assume-se, assim, como um instrumento robusto na avaliação da interação mãe-bebé, na situação de interação face-a-face e na situação de interação alimentar, podendo ser utilizadas em diferentes amostras e contextos, clínicos e de investigação.

Palavras-chave : Interação mãe-bebé; Interação Face-a-Face; Interação Alimentar.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )