SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 número3Ansiedade, depressão e enfrentamento em pacientes internados em um hospital geralCaracterização da população que recorre a uma consulta de psicoterapia hospitalar índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Psicologia, Saúde & Doenças

versão impressa ISSN 1645-0086

Resumo

RODRIGUES, Ângela  e  COSTA, Eleonora Veiga. Locus de controlo, auto-eficácia e qualidade de vida na diabetes tipo 1. Psic., Saúde & Doenças [online]. 2013, vol.14, n.3, pp.389-404. ISSN 1645-0086.

O objetivo deste estudo foi testar a relação entre o locus de controlo e a auto-eficácia na adesão ao tratamento e na qualidade de vida de crianças e adolescentes com diabetes tipo 1. É um estudo do tipo correlacional e recorreu-se a uma amostra de conveniência de 40 crianças e adolescentes com diabetes tipo 1 da Consulta de Diabetes Pediátrica do Centro Hospitalar do Alto Ave. Os instrumentos utilizados foram: Questionário Sócio-Demográfico e Clínico; Questionário de Locus de Controlo da Saúde para Crianças; Escala de Auto-eficácia Relativa à Diabetes; Questionário de Auto-cuidados na Diabetes e Questionário da Qualidade de Vida e Diabetes. Realizaram-se análises bioquímicas da hemoglobina glicosilada. Os principais resultados indicam que o locus de controlo está relacionado com os auto-cuidados e algumas componentes da qualidade de vida. A auto-eficácia não exerce qualquer influência na adesão terapêutica, mas associa-se a algumas componentes da qualidade de vida. Os resultados apontaram ainda para uma correlação significativa entre algumas componentes da adesão terapêutica e a qualidade de vida.

Palavras-chave : Diabetes; locus de controlo; auto-eficácia; adesão terapêutica; qualidade de vida.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )