SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 número2Predição da criatividade e saúde mentalPerturbações da personalidade como expressão dimensional da personalidade em mulheres idosas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Psicologia, Saúde & Doenças

versão impressa ISSN 1645-0086

Resumo

GUEDES, Maryse  e  CANAVARRO, Maria Cristina. Adaptação à gravidez das mulheres primíparas de idade avançada e seus companheiros. Psic., Saúde & Doenças [online]. 2013, vol.14, n.2, pp.280-287. ISSN 1645-0086.

O nascimento do primeiro filho em idade materna avançada (IMA; = 35 anos) tem-se tornado uma preocupação emergente do ponto da saúde pública. Investigações recentes têm sublinhado que as mulheres primíparas de IMA constituem um grupo heterogéneo quanto às suas características sociodemográficas e trajetórias reprodutivas. No entanto, poucos estudos têm identificado os diferentes subgrupos de mulheres de IMA e têm comparado a sua adaptação psicossocial durante a gravidez, adotando um nível de análise conjugal. O presente estudo teve como objetivos: 1) identificar diferentes subgrupos de mulheres primíparas de IMA e seus companheiros, com base nas suas características sociodemográficas e trajetórias reprodutivas; e 2) comparar a adaptação psicosocial à gravidez destes diferentes subgrupos. A amostra foi constituída por 91 mulheres primíparas de IMA e dos seus companheiros, recrutados na Maternidade Dr. Daniel de Matos do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, EPE. Ambos os membros dos casais preencheram uma ficha de dados sociodemográficos e clínicos, o Brief-Symptom Inventory-18, o EUROHIS-QoL8 e a Dyadic-Adjustment Scale-Revised. Os resultados apontaram para a necessidade de distinguir os casais com e sem história de infertilidade. Ambos os subgrupos apresentaram níveis similares de psicossintomatologia e ajustamento diádico, prevalecendo apenas diferenças de género. Contudo, os homens com história de infertilidade apresentaram níveis mais elevados de qualidade de vida que os homens sem história de infertilidade prévia. Estes resultados evidenciam a necessidade de atender às trajetórias reprodutivas que antecedem o nascimento do primeiro filho em IMA e de preparar intervenções psicoeducativas focadas nos casais.

Palavras-chave : Adaptação psicossocial; casal; gravidez; idade materna avançada; trajetórias reprodutivas.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )