SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 número1Relação entre percepção de carga e risco de manuseio em idosos dependentesEstresse: Revisão Narrativa da Evolução Conceitual, Perspetivas Teóricas e Metodológicas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Psicologia, Saúde & Doenças

versão impressa ISSN 1645-0086

Resumo

AIROSA, Sara  e  SILVA, Isabel. Associação entre vinculação, ansiedade, depressão, stresse e suporte social na maternidade. Psic., Saúde & Doenças [online]. 2013, vol.14, n.1, pp.64-77. ISSN 1645-0086.

Na presente investigação pretende-se analisar se existe uma associação entre suporte social, sintomatologia depressiva, ansiosa e stresse, e a vinculação estabelecida entre mãe e bebé. Pretende-se, igualmente, comparar o grupo de mães grávidas com o grupo de pós-parto, relativamente à vinculação materna estabelecida. Participaram neste estudo 100 mulheres, das quais 50 se encontram no período gestacional e as restantes na fase do pós-parto, que responderam aos seguintes instrumentos: Questionário de Dados Sócio-demográficos e Clínicos, Escala de Vinculação Pré-natal e Pós-natal, Escala de Ansiedade, Depressão e Stresse e Escala de Satisfação com o Suporte Social. Os dados permitiram verificar que o suporte social está negativamente relacionado com a ansiedade, depressão e stresse e positivamente relacionado com a vinculação materna. Também se constatou existir uma associação negativa entre ansiedade, depressão e stresse, e a vinculação mãe-bebé. Observou-se, igualmente, que as gestantes apresentam maior vinculação materna do que as mães que se encontram na fase do pós-parto.

Palavras-chave : Vinculação materna; ansiedade; depressão; stresse; suporte social.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )