SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 número2A vivência de infertilidade e endometriose: pontos de atenção para profissionais de saúdeRelacionamento conjugal durante a gravidez em mulheres e homens ansiosos e deprimidos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Psicologia, Saúde & Doenças

versão impressa ISSN 1645-0086

Resumo

SOUSA, Lucília  e  PEREIRA, M. Graça. Interrupção da gravidez por malformação congénitica: a perspectiva da mulher. Psic., Saúde & Doenças [online]. 2010, vol.11, n.2, pp.229-242. ISSN 1645-0086.

O presente estudo pretende conhecer a experiência da interrupção terapêutica da gravidez, por malformação congénita, do ponto de vista das mulheres que a vivenciaram. Para a realização deste estudo, recorreu-se a uma metodologia qualitativa (Grounded Theory). A amostra, constituída por 18 mulheres, resultou de uma amostragem intencional, sendo a recolha de dados realizada através de entrevista semi­ estruturada. Os resultados do estudo apontaram a interrupção de gravidez por malformação congénita, como uma experiência emocionalmente intensa. A notícia do diagnóstico de uma malformação foi recebida com choque e surpresa. A tomada de decisão de prosseguir ou interromper a gravidez foi considerada a mais difícil da vida do casal pela ambivalência de sentimentos e dilemas morais que produziu. Conhecer as reacções das mães, as razões e dificuldade na decisão representa, para os profissionais envolvidos no processo, uma oportunidade de definirem estratégias de aconselhamento e suporte facilitadoras do processo decisório.

Palavras-chave : Interrupção da gravidez; malformação congénita; tomada de decisão.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )