SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.10 número1O papel da intimidade conjugal na qualidade de vida da mulher com cancro da mama índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Psicologia, Saúde & Doenças

versão impressa ISSN 1645-0086

Resumo

MATOS, Margarida Gaspar de  e  EQUIPA AVENTURA SOCIAL et al. Educação sexual em Portugal e em vários países da América Latina. Psic., Saúde & Doenças [online]. 2009, vol.10, n.1, pp.149-158. ISSN 1645-0086.

O aumento das IST’s, da gravidez indesejada e de outros riscos ligados à actividade sexual, faz com que os jovens sejam considerados um grupo de intervenção prioritário em termos de saúde sexual e reprodutiva. A educação sexual tem como objectivo fundamental formar, desenvolver atitudes e competências nos jovens, permitindo que estes se sintam informados e seguros nas suas escolhas (GTES, 2005; 2007; 2007a). Estes dados apontam para uma educação sexual que incida em intervenções do tipo preventivo, de carácter universal, abrangendo toda a população escolar e respectivos contextos de vida: escola, família e grupo de pares; mas também em intervenções mais específicas e intensivas, nos subgrupos identificados como prioritários. Neste trabalho analisam-se as semelhanças e as diferenças entre o contexto de Portugal e o da América Latina, na sequência da licença sabática do primeiro autor. Mais detalhes deste percurso podem ser lidos em www.umaventurasocial.blogspot.com. Analisam-se, também, as suas consequências para as Políticas de Saúde e Educação para e com os adolescentes, nomeadamente na área da educação sexual.

Palavras-chave : Comportamentos sexuais; educação sexual; jovens; políticas de saúde e de educação.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )