SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.10 número1Bullying nas Escolas: Comportamentos e PercepçõesO impacto da interrupção da gravidez por mal formação congénita: a perspectiva do pai índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Psicologia, Saúde & Doenças

versão impressa ISSN 1645-0086

Resumo

SAMORINHA, Catarina; FIGUEIREDO, Bárbara  e  CRUZ, José Matos. Vinculação pré-natal e ansiedade em mães e pais: impacto da ecografia do 1º trimestre de gestação. Psic., Saúde & Doenças [online]. 2009, vol.10, n.1, pp.17-29. ISSN 1645-0086.

Com o objectivo de avaliar o impacto da ecografia do 1º trimestre de gravidez na ansiedade e vinculação pré-natal, 22 mães e 22 pais foram recrutados numa Unidade de Medicina Fetal e Diagnóstico Pré-natal. Foram administrados a Bonding Scale (Taylor, Atkins, Kumar, Adams, & Glover, 2005; versão portuguesa de Figueiredo, Marques, Costa, Pacheco, & Pais, 2005b) e o State Trait Anxiety Inventory (Spielberger, Gorsuch, Lushene, Vagg, & Jacobs, 1983; versão portuguesa de Silva, 2003), antes e depois da ecografia, a ambos os membros do casal. Os resultados revelaram que a vinculação pré-natal aumenta significativamente enquanto a sintomatologia ansiosa diminui, depois da realização da ecografia. Conclui-se que a ecografia pode ter um papel tranquilizador e potenciador da ligação dos pais ao seu bebé por nascer.

Palavras-chave : Ansiedade; Bonding; Ecografia Obstétrica; Mãe; Pai; Vinculação.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )