SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.10 número1Vinculação pré-natal e ansiedade em mães e pais: impacto da ecografia do 1º trimestre de gestação índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Psicologia, Saúde & Doenças

versão impressa ISSN 1645-0086

Resumo

MATOS, Margarida Gaspar de  e  GONCALVES, Sónia M. Pedroso. Bullying nas Escolas: Comportamentos e Percepções. Psic., Saúde & Doenças [online]. 2009, vol.10, n.1, pp.3-15. ISSN 1645-0086.

O propósito do presente estudo foi o de investigar os comportamentos de bullying entre estudantes de escolas públicas em Portugal. A nível específico procurou-se analisar a associação entre uma série de diferentes tipos de comportamentos de bullying (enquanto provocado e provocador) e algumas variáveis préditoras, variáveis comportamentais (consumo de álcool, drogas e porte de armas) e cognitivas/percepções (percepção de satisfação com a vida e percepção de segurança na escola). Foram utilizados os dados provenientes da Base de Dados Portuguesa da HBSC, Health Behaviour in School Aged Children de 2002. A amostra (representativa) é constituída por 6131 adolescentes do 6.º, 8.º e 10.º ano (M = 14 anos, DP = 1.85) que responderam a um questionário relativo a uma série de comportamentos, crenças e atitudes no âmbito da saúde. Os alunos sentem-se provocados e dizem provocar de diferentes formas. É de salientar que quantos mais os alunos percepcionam a escola como sendo insegura, quanto mais insatisfeitos estão com a vida mais relatam serem vítimas de bullying e agressores; o mesmo padrão é verificado com o porte de armas e para os consumos de álcool e droga. É importante realçar que os diferentes tipos de bullying partilham alguns dos mesmos pré-ditores, contudo, há especificidades e singularidades que devem ser tidas em consideração nos programas de intervenção. O bullying é um problema grave nas escolas por todo o mundo e é um assunto com o qual nos devemos preocupar. Espera-se que os resultados deste estudo alertem estudantes, professores e encarregados de educação para este problema. Espera-se com este trabalho que o fenómeno bullying passe a ser encarado numa complexa dinâmica de causalidades que urge abordar de modo integrado.

Palavras-chave : Agressor; Bullying; Escola; Vítima.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )