SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 número1Pediatric oncology quality of life scale – POQOLS: adaptação de um instrumento para a população portuguesaQualidade de vida em doentes submetidos a cirurgia vascular cardíaca índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Psicologia, Saúde & Doenças

versão impressa ISSN 1645-0086

Resumo

SALGADO, Diana; ROCHA, Nuno  e  MARQUES, António. Impacto do coping proactivo, do distress emocional e da auto-estima na funcionalidade e qualidade de vida de pessoas com esquizofrenia. Psic., Saúde & Doenças [online]. 2008, vol.9, n.1, pp.143-154. ISSN 1645-0086.

Este estudo teve como objectivos verificar a relação do coping proactivo, do distress emocional e da auto-estima com diferentes domínios de funcionalidade e qualidade de vida de pessoas com Esquizofrenia. Para tal, 23 pessoas com Esquizofrenia foram avaliadas nos domínios considerados fundamentais para a consecução do estudo com recurso à seguinte bateria de testes: Instrumento de Avaliação da Qualidade de Vida da Organização Mundial de Saúde (WHOQOL-Bref), Life Skills Profile, Proactive Coping Inventory (PCI), Escalas de Ansiedade, Depressão e Stress (EADS) e Escala de Auto-estima de Rosenberg. Verificou-se que os domínios de coping que mais se correlacionaram com as diferentes variáveis funcionais e de qualidade de vida foram o coping proactivo, o coping reflexivo, o planeamento estratégico e o coping preventivo. Não foi encontrada nenhuma correlação significativa com o coping de evitamento. Em geral não se encontraram correlações significativas no caso dos sintomas de distress emocional, com excepção da depressão que se encontrou correlacionada com as competências de comunicação e com a qualidade de vida no domínio das Relações Sociais, e do stress que se correlacionou significativamente com o domínio Psicológico de qualidade de vida. A auto-estima apresentou-se mais correlacionada com a percepção subjectiva de qualidade de vida do que os indicadores mais objectivos de funcionalidade.

Palavras-chave : Coping proactivo; Funcionalidade; Qualidade de vida; Esquizofrenia; Distress emocional; Autoestima.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )