SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.4 número2Contribuição para uma validação conservadora da escala reduzida de ajustamento mental ao cancro (Mini-MAC)Aspectos da motivação para o trabalho voluntário com doentes oncológicos: um estudo colaborativo entre Brasil e Portugal índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Psicologia, Saúde & Doenças

versão impressa ISSN 1645-0086

Resumo

MOREIRA, Maria Inês Badaró  e  ANDRADE, Ângela Nobre de. Ouvindo loucos: construindo possibilidades de viver com autonomia. Psic., Saúde & Doenças [online]. 2003, vol.4, n.2, pp.249-266. ISSN 1645-0086.

Análise sobre a autonomia dos portadores de transtorno mental grave, sob o olhar do próprio usuário. Pesquisa de cunho qualitativo, com análise de dados de prontuários médicos e entrevistas. Participaram deste estudo seis usuários de um centro de atenção em saúde mental no Estado de Minas Gerais/Brasil. A partir da análise de conteúdo das fontes, observou-se que têm habilidades sociais compatíveis com sua manutenção na comunidade, estabelecem bom nível de comunicação e entendimento de sua condição de vida. Percebe-se que os usuários inseridos nesse serviço são capazes de estabelecer trocas com a comunidade em geral e realizam atividades sociais que sugere conquista de autonomia. Contudo ainda estão vivendo em mundos restritos, com estreitos espaços de trocas, o que dificulta o estabelecimento dos contratos sociais, que poderia gerar mais autonomia. Conclui-se que o alto nível de miserabilidade e a pouca integração entre os profissionais e a comunidade têm influenciado negativamente nesta conquista.

Palavras-chave : Autonomia; Cuidados comunitários; Saúde mental; Serviços abertos.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )