SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.3 número1Revisão da literatura sobreavaliação da qualidade de vida (QDV) de adultos com epilepsia. I: dificuldades na abordagem do temaComportamentos de adesão ao rastreio do cancro do colo do útero: estudo exploratório numa amostra de utentes do centro de saúde de Peniche índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Psicologia, Saúde & Doenças

versão impressa ISSN 1645-0086

Resumo

DIAS, Sónia; MATOS, Margarida Gaspar de  e  GONCALVES, Aldina. Conhecimentos, atitudes e comportamentos face ao VIH numa comunidade migrante: implicações para a intervenção. Psic., Saúde & Doenças [online]. 2002, vol.3, n.1, pp.89-102. ISSN 1645-0086.

A situação do VIH/SIDA em Portugal tem vindo a agravar-se nos últimos anos, encontrando-se notificados um total de 18995 casos de infecção de VIH/SIDA sendo os emigrantes reconhecidos como um grupo particularmente vulnerável a esta problemática de saúde. Esta investigação teve como principal objectivo compreender os conhecimentos, atitudes e práticas de uma comunidade africana face à problemática VIH/SIDA. O estudo foi efectuado em 66 indivíduos com idade superior a 15 anos residentes numa comunidade migrante da área da grande Lisboa. Os dados foram recolhidos através da realização de 8 entrevistas colectivas a indivíduos distribuídos por diferentes grupos segundo o sexo e o grupo etário. Os resultados sugerem a existência de diferenças entre géneros, relativamente aos conhecimentos, atitudes e comportamentos relevantes à prevenção de VIH/SIDA. Os dados apontam no sentido de um aumento do reconhecimento dos factores psicossociais e culturais no comportamento individual e de grupo. Pretende-se com os resultados obtidos contribuir para inferir sobre as interacções entre os factores que intervêm na adopção de comportamentos sexuais relevantes na problemática do VIH, e deste modo contribuir para o estabelecimento de estratégias de intervenção preventivas e para o desenvolvimento de políticas de Promoção de Saúde nestas comunidades.

Palavras-chave : Comunidades africanas; Conhecimentos e comportamentos; Prevenção de VIH/SIDA.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )