SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número36Jovens Estudantes Universitários/As Perante A Futura Vida Profissional e Familiar: A Marca do GéneroArmários de papel: heterossexismo em manuais de espanhol como língua estrangeira índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Ex aequo

versão impressa ISSN 0874-5560

Resumo

GAMA, Ana; VERISSIMO, Ana  e  TOMAS, Catarina. Violência no Namoro na Escola Superior de Educação de Lisboa. Ex aequo [online]. 2017, n.36, pp.77-98. ISSN 0874-5560.  http://dx.doi.org/10.22355/exaequo.2017.36.05.

A visibilidade social, académica, mediática e o esforço político e legislativo para regular e prevenir o fenómeno da violência nas suas múltiplas facetas (género, sexual, namoro, etc.) são atualmente uma realidade. A violência continua, ainda, a ser um fenómeno complexo atravessado por discursos e processos difusos que potenciam a sua invisibilidade, inclusive no ensino superior. O estudo é de natureza mista e pretende caracterizar a violência no namoro, aferir a prevalência dos diferentes tipos de abuso e analisar as estratégias de resolução de conflitos. A amostra é constituída por 371 estudantes da Escola Superior de Educação de Lisboa, sendo 324 do sexo feminino e 47 do sexo masculino, com uma média de idades de 21,5 anos. Os dados apontam para a presença de violência no namoro, sendo que o tipo de abuso sofrido com maior prevalência é o emocional ou verbal, e são as raparigas que o perpetram mais do que os rapazes.

Palavras-chave : Violência no namoro; género; ensino superior.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons