SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número26Encrencas de Gênero nas Campanas Brasileiras de Prevenção ao HIV/Aids para a Idade Adulta AvançadaInvisibilidade Não Significa: Imagens de Mulheres em Obras referenciais do Skate e do Fisiculturismo no Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Ex aequo

versão impressa ISSN 0874-5560

Resumo

KUBISSA, Luisa Posada. Argumentos e contra-argumentos para um debate: Sobre tráfico e prostituição. Ex aequo [online]. 2012, n.26, pp.121-134. ISSN 0874-5560.

O artigo situa o fenómeno do tráfico de seres humanos no contexto da violência contra as mulheres no nosso mundo globalizado. Procura dar sentido a este fenómeno criminal para o que retoma a análise de Celia Amorós sobre os homicídios de mulheres em Ciudad Juárez interpretando o tráfico como um fenómeno libertino-mafioso. Partindo desta premissa, analisam-se os argumentos que, separando o tráfico da prostituição, são a favor da legalização desta última, considerando-a como uma atividade escolhida livremente. Neste artigo defende-se uma posição contrária, considerando-se a prostituição como uma violação aos direitos fundamentais das mulheres.

Palavras-chave : tráfico; prostituição; abolição; consentimento.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Espanhol     · Espanhol ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons