SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número23Sugestionabilidade Interrogativa em Mulheres Vítimas de Violência Conjugal(A)Simetrias de género no acesso às Engenharias e Ciências no Ensino Superior Público índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Ex aequo

versão impressa ISSN 0874-5560

Resumo

MOZZICONACCI, Vanina. Raparigas e rapazes: uma boa ou uma má educação?. Ex aequo [online]. 2011, n.23, pp.149-162. ISSN 0874-5560.

À distância de 60 anos, duas das raras feministas que escreveram sobre educação, Madeleine Pelletier (L'Éducation féministe des filles, 1914) e Elena Gianini Belotti (Du côté des petites filles, 1973) parecem apresentar a mesma proposta para atingir uma socialização igualitária: masculinizar as raparigas. Significa isto que as feministas consideram que os valores, inculcados até então às raparigas, são menos bons do que os propostos para os rapazes? Ou é mais difícil mudar a forma como são educados os rapazes? Mostrar-se-á de que modo certas teorias feministas actuais permitem renovar a nossa abordagem sobre a educação.

Palavras-chave : educações feministas; socialização diferenciada; masculinização.

        · resumo em Francês | Inglês     · texto em Francês     · Francês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons