SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 número2Regulações Psicossociais na Organização de Crenças sobre a Inteligência: Relações entre Representações Sociais de Inteligência e Concepções Pessoais de InteligênciaPortugueses Face a Espanhóis, Americanos e Cabo­ Verdianos, em Portugal: Distância Social, Estereótipos e Predisposição para a Mudança Atitudinal índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Psicologia

versão impressa ISSN 0874-2049

Resumo

CIOCHIN, Laura  e  FARIA, Luísa. Individualismo e Colectivismo: Fundamentos Conceptuais para o Estudo Intercultural das Concepções Pessoais de Inteligência de Estudantes Portugueses e Romenos. Psicologia [online]. 2006, vol.20, n.2, pp.143-165. ISSN 0874-2049.

A questão-chave do presente artigo centra­‑se na tentativa de evidenciar o modo como a dimensão de individualismo­‑colectivismo (IND/COL) - que, nos últimos 20 anos, tem sido preponderantemente utilizada para comparar as socieda­des - pode ser operacionalizada, com o objectivo de se conceber uma metodologia adequada para medir e validar estes dois constructos tão controversos e, conse­quentemente, para indagar a sua relação com aspectos psicológicos do comporta­mento dos indivíduos, particularmente no que se refere à estruturação e ao desen­volvimento das concepções pessoais de inteligência (CPI). Deste modo, a um nível teórico, analisa­‑se a influência do IND/COL nas CPI de estudantes portugueses e romenos, partindo do pressuposto de que o contexto cultural em que os indivíduos vivem e agem modela tais concepções e, implicitamente, influencia os respectivos padrões de realização e de desempenho escolar.

Palavras-chave : individualismo­colectivismo; concepções pessoais de inteligência; cultura.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )