SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.serIV número18O empoderamento das mulheres em vulnerabilidade socialQualidade de vida da pessoa com esclerose múltipla e disfunção urinária: validação do Qualiveen índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista de Enfermagem Referência

versão impressa ISSN 0874-0283

Resumo

BATALHA, Luís Manuel da Cunha  e  CORREIA, Maria Matilde Marques. Prevenção da dor na punção venosa em crianças: estudo comparativo entre anestésicos tópicos. Rev. Enf. Ref. [online]. 2018, vol.serIV, n.18, pp.93-101. ISSN 0874-0283.  http://dx.doi.org/10.12707/RIV18021.

Enquadramento: O anestésico tópico ideal para prevenir a dor por punção deveria possuir alta eficácia, efeito rápido, bom perfil de segurança, fácil aplicação, baixo custo e boa aceitação. Objetivo: Comparar a efetividade de 5 anestésicos tópicos em crianças que necessitam de uma punção venosa. Metodologia: Estudo randomizado controlado envolvendo 350 crianças (6 - 17 anos) com alocação randomizada em 5 grupos. A dor foi avaliada através da Escala Visual Analógica (0 a 10 cm). As diferenças entre os grupos foram analisadas pelos testes do Qui-quadrado e Kruskal-Wallis e, nos grupos, pelo teste Wilcoxon. Resultados: Todos os anestésicos revelaram eficácia na prevenção da dor (intensidade média de dor = 1,1) e sem diferenças entre os grupos (p > 0,05). A facilidade de punção, visibilidade e/ou palpação da veia, o sucesso na punção e a cooperação da criança foi boa e semelhante entre os grupos (p > 0,05). Conclusão: As diferenças significativas entre os anestésicos tópicos apenas existiram nos procedimentos requeridos na sua aplicação e custos, pelo que se deve repensar o uso do cloreto de etilo.

Palavras-chave : criança; dor; anestésicos; enfermagem.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons