SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.serIV número6Experiencias de adolescentes durante la hospitalización en un servicio de pediatríaClarificación del concepto de «recuperación quirúrgica tardía» para usarlo en la práctica clínica índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO

Compartir


Revista de Enfermagem Referência

versión impresa ISSN 0874-0283

Resumen

SALGUEIRO, Nídia. Da mulher de virtude à enfermeira puericultora. Rev. Enf. Ref. [online]. 2015, vol.serIV, n.6, pp.115-129. ISSN 0874-0283.  http://dx.doi.org/10.12707/RIV14000.

Contexto: As experiências de vida e profissionais levam a autora a questionar-se sobre quem eram as «parteiras» curiosas. Vistas como mulheres de virtude, de sabedoria ou pelo contrário com um perfil mais sombrio. Se a sua assistência ao parto e recém-nascido teria coabitado com o exercício de parteiras certificadas pela Junta de Saúde Pública e diplomadas pela Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra e Escolas Médico-Cirúrgicas de Lisboa e Porto. Objectivos: Construir o perfil das «parteiras» curiosas a partir de testemunhos de informantes privilegiados; verificar se coexistem a assistência prestada por parteiras sem e com formação. Metodologia: Estabelece três grandes períodos, convicta que se interpenetram e coexistem. Este artigo foca os períodos: da mulher de virtude/curiosa à enfermeira-puericultora, utilizando entrevistas semiestruturadas e recorrendo a legislação. Resultados: A análise da informação aponta para o perfil de mulheres de virtude, de sabedoria, apesar da pouca instrução e de não terem recebido formação formal, coexistindo com parteiras diplomadas. Conclusão: O estudo confirma os pressupostos iniciais e abre várias perspetivas de investigação.

Palabras clave : mulher de virtude/curiosa; parteira; enfermeira-puericultora.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Portugués     · Portugués ( pdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons