SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.serIV número2Test en el tiempo: de la teoría clásica de la administración a la organización actual del trabajo de EnfermeríaTraducción, adaptación y validación del Relationship Questionnaire en jóvenes portugueses índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO

Compartir


Revista de Enfermagem Referência

versión impresa ISSN 0874-0283

Resumen

MARTINS, Cristina Araújo; ABREU, Wilson Jorge Correia Pinto de  y  FIGUEIREDO, Maria do Céu Aguiar Barbieri de. Tornar-se pai e mãe: um papel socialmente construído. Rev. Enf. Ref. [online]. 2014, vol.serIV, n.2, pp.121-131. ISSN 0874-0283.  http://dx.doi.org/10.12707/RIII1394.

Enquadramento: Criar uma criança é um desafio de grande responsabilidade pela complexidade de competências e saberes necessários, e exige profundas alterações nos papéis sociais do casal, acompanhadas de necessidades de redefinição/reorganização dos projetos de vida, com padrões de prestação de cuidados que podem influenciar a futura interação pais-criança. Objetivo: Compreender como se desenvolve a transição para o exercício da parentalidade durante os primeiros seis meses de vida da criança. Metodologia: Grounded Theory com a participação de cinco casais. Recolha de dados a partir de entrevistas semiestruturadas. Resultados: Descrevem a categoria encarnando a personagem pai ou mãe, constituída pelas subcategorias: assumindo cuidados no masculino ou feminino, descrevendo-se como pai, descrevendo-se como mãe, vendo a esposa como mãe e vendo o marido como pai. Conclusão: Os pais são levados a uma polarização de papéis de género que define e constrói o significado de ser um bom pai/boa mãe, marido/esposa e homem/mulher. A compreensão destas experiências parentais é fundamental para os enfermeiros poderem apoiar os pais nesta transição.

Palabras clave : pais; comportamento paterno; comportamento materno; enfermagem.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Portugués     · Portugués ( pdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons