SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.serIV número1Estado nutricional e hábitos alimentares em crianças de idade pré-escolarA pessoa dependente no autocuidado: implicações para a Enfermagem índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista de Enfermagem Referência

versão impressa ISSN 0874-0283

Resumo

GONCALVES, Pedro Ricardo Coelho; FRIAS, Ana Carolina  e  FONSECA, Ana Dias da. Ajustamento emocional de doentes com Hemorragia Subaracnóidea (HSA) aneurismática tratada cirurgicamente. Rev. Enf. Ref. [online]. 2014, vol.serIV, n.1, pp.15-23. ISSN 0874-0283.  http://dx.doi.org/10.12707/RIII1390.

Enquadramento: As sequelas provocadas por uma Hemorragia Subaracnóidea (HSA) aneurismática podem ter um impacto significativo no ajustamento emocional dos indivíduos. Objetivo: Este trabalho pretendeu caracterizar o ajustamento emocional de doentes com HSA, bem como identificar os fatores de variabilidade desse ajustamento. Metodologia: Sessenta doentes com uma HSA aneurismática tratada cirurgicamente há pelo menos seis meses preencheram uma ficha de dados sociodemográficos e clínicos, a Medical Outcomes Study 36 e a Escala de Ansiedade e Depressão Hospitalar. Resultados: Os doentes com HSA apresentaram níveis significativamente superiores de Depressão (p =0,002), mas não de Ansiedade, por comparação à população geral. 19% e 7,1% da amostra apresentaram, respetivamente, níveis de Ansiedade e Depressão merecedores de atenção clínica. A presença de complicações pós-HSA e a perceção de qualidade de vida baixa estão associadas a níveis acrescidos de Ansiedade e Depressão. O Apoio Social está negativamente associado apenas aos níveis de Depressão. Conclusões: Estes resultados sugerem o impacto emocional, a longo prazo, da ocorrência de uma HSA aneurismática tratada cirurgicamente. O estudo dos fatores de variabilidade permite não só identificar os doentes com maior risco de dificuldades de ajustamento, bem como algumas estratégias para melhorar o seu ajustamento emocional.

Palavras-chave : ansiedade; depressão; hemorragia subaracnóidea; qualidade de vida.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons