SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.serIII número6Percecao da cultura organizacional em instituicoes publicas de saude com diferentes modelos de gestaoTradução portuguesa, adaptação e validação da Perinatal Bereavement Grief Scale (PBGS) em mulheres com perda de gravidez índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista de Enfermagem Referência

versão impressa ISSN 0874-0283

Resumo

MENDES, Maria Goreti Silva Ramos  e  MARTINS, Maria Manuela Ferreira Pereira da Silva. Parceria nos cuidados de enfermagem em pediatria: do discurso à ação dos enfermeiros. Rev. Enf. Ref. [online]. 2012, vol.serIII, n.6, pp.113-121. ISSN 0874-0283.  http://dx.doi.org/10.12707/RIII1144.

Introdução: apesar de se reconhecer que a enfermagem pediátrica é hoje particularmente sensível ao envolvimento dos pais na prática de cuidados à criança hospitalizada, inúmeros estudos continuam a evidenciar que não se é desenvolvida com os mesmos uma parceria efetiva. Na procura de conhecermos nos enfermeiros de pediatria a forma como percecionam o processo de construção da parceria na prática de cuidados com os pais e identificar no contexto as ações praticadas, desenvolvemos um estudo de natureza qualitativa com uma abordagem da grounded theory sustentada no referencial teórico do interacionismo simbólico. Tomando como ponto de partida a questão: como é que os enfermeiros de pediatria descrevem a parceria e o que evidenciam nas suas práticas quotidianas, entrevistamos 12 enfermeiros da unidade de pediatria de um hospital do norte do país e efetuamos observação no contexto de ocorrência do fenómeno. O corpus de dados foi submetido a análise, através do recurso ao software Nvivo8. Os achados obtidos do discurso revelam que o trabalho em parceria com os pais está presente no “pensar “ dos enfermeiros. Porém, as observações efetuadas evidenciaram lacunas na contemplação de dimensões fundamentais ao desenvolvimento de uma parceria efetiva com os pais. Em síntese, os enfermeiros contemplam a parceria no pensar mas não no agir.

Palavras-chave : cuidados de enfermagem; enfermeiro; criança; família.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons