SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.serIII número6Famílias com um idoso dependente: avaliação da coesão e adaptaçãoParceria nos cuidados de enfermagem em pediatria: do discurso à ação dos enfermeiros índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista de Enfermagem Referência

versão impressa ISSN 0874-0283

Resumo

CRUZ, Sofia Gaspar  e  FERREIRA, Maria Manuela Frederico. Percecao da cultura organizacional em instituicoes publicas de saude com diferentes modelos de gestao. Rev. Enf. Ref. [online]. 2012, vol.serIII, n.6, pp.103-112. ISSN 0874-0283.  http://dx.doi.org/10.12707/RIII1123.

Contexto: o sistema de saude portugues tem vindo a ser palco de reformas constantes sem que se tenham obtido os resultados esperados. Considerada enquanto variavel organizacional, que pode ditar o sucesso de determinada mudanca/reforma, e partindo-se do pressuposto que e gerivel, conhecer a cultura organizacional que predomina nas instituicoes de saude parece ser importante para quem as gere, principalmente perante processos de mudanca, como seja a implementacao de novos modelos de gestao. Objetivo: identificar o tipo de cultura organizacional que predomina em instituicoes publicas de saude com diferentes modelos de gestao. Metodo: estudo de tipo quantitativo e transversal, realizado numa amostra de 671 colaboradores de dez instituicoes de saude com diferentes modelos de gestao: modelo Sector Publico Administrativo (SPA), modelo Entidade Publica Empresarial (EPE) e modelo Unidade de Saude Familiar (USF). Para identificar a percecao da cultura organizacional recorreu-se ao Organizational Culture Assessment Instrument (OCAI), que foi por nos traduzido, adaptado e validado. Resultados: nos modelos SPA e EPE verifica-se um predominio da cultura hierarquica, enquanto no modelo USF sobressai a cultura de cla. Conclusao: a cultura organizacional que prevalece nas instituicoes de saude, nomeadamente a nivel hospitalar (cultura hierarquica), nao parece ser a mais adequada a filosofia subjacente aos novos modelos de gestao e seu funcionamento. Considera-se pertinente alargar o estudo da percecao da cultura organizacional em cada modelo de gestao das instituicoes de saude e relacionar com variaveis de contexto.

Palavras-chave : cultura organizacional; instituicoes de saude; gestao em saude.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons