SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 número2Neoplasia mucinosa papilar intraductal com fistulização gástrica e duodenal: uma forma rara de apresentaçãoGanglioneuromatose intestinal difusa associada a adenocarcinomas do intestino delgado índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Jornal Português de Gastrenterologia

versão impressa ISSN 0872-8178

Resumo

NUNES, Ana; VIEIRA, Ana  e  FREITAS, João. Lesões cerebrais desmielinizantes em doente com doença de Crohn sob adalimumab. J Port Gastrenterol. [online]. 2013, vol.20, n.2, pp.79-82. ISSN 0872-8178.  http://dx.doi.org/10.1016/j.jpg.2012.07.004.

As lesões desmielinizantes podem ocorrer na doença inflamatória intestinal, mas, desde a introdução das terapêuticas com antagonistas do factor de necrose tumoral, os casos de lesões desmielizantes associados ao tratamento têm vindo a ser cada vez mais descritos. Descrevemos o caso de uma mulher de 36 anos, com doença de Crohn, tratada com adalimumab durante dezoito meses. Desenvolveu cefaleias intensas cuja investigação levou ao achado de lesões desmielinizantes na substância branca frontal e parietal. A suspensão do adalimumab levou a rápida melhoria sintomática, mas as imagens das lesões encefálicas persistiram inalteradas oito meses depois. A causa destas lesões não está definitivamente estabelecida e o seu mecanismo é complexo; é importante considerar precocemente esta possibilidade em doentes tratados com antagonistas do factor de necrose tumoral, pois recomenda-se uma mudança da estratégia terapêutica nestas situações.

Palavras-chave : Desmielinização; Doença de Crohn; Adalimumab.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )