SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 número1Auditoria ao Cumprimento de Profilaxia Farmacológica do Tromboembolismo Venoso numa Enfermaria de Medicina InternaAngioedema Hereditário: A Importância da Suspeita Clínica e do Tratamento Adequado índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO

Compartir


Medicina Interna

versión impresa ISSN 0872-671X

Resumen

ANDRADE, Filipe et al. Metabolismo da Vitamina D e Dor na Artrite Reumatóide. Medicina Interna [online]. 2018, vol.25, n.1, pp.36-39. ISSN 0872-671X.  http://dx.doi.org/10.24950/rspmi/original/184/1/2018.

Introdução: A deficiência de vitamina D tem sido associada ao desenvolvimento e actividade da artrite reumatóide (AR). O objetivo deste estudo foi avaliar os níveis de vitamina D em doentes com AR e avaliar a sua relação com a dor. Métodos: Numa coorte de 45 doentes com AR, foram medidos níveis de 25-hidroxivitamina D3 [25 (OH) D3], hormona paratiróide (PTH), proteína C-reativa (CRP) e albumina. A atividade da doença foi avaliada pelo cálculo do 28-joint Disease Activity Score (DAS28). Resultados: Dos doentes 45 foram incluídos no estudo. Dos doentes 31 estavam em remissão, 11 doentes apresentavam articulações dolorosas, a mediana de dor na escala visual analógica (EVA) foi de 30. Dos 45 doentes, 41 tinham níveis de vitamina D inferiores a 30 ng / mL. Os níveis de vitamina D não estavam associados ao DAS28 (p = 0,59), EVA (p = 0,55) ou CRP (p = 0,16). Os níveis de PTH estavam associados positivamente com a CRP (p = 0,01). Conclusão: No nosso estudo, a deficiência de vitamina D é altamente prevalente em doentes com AR, mas não está associada à atividade da doença ou à dor. Foi encontrada uma associação entre os níveis de PTH e elevação da CRP, esta relação pode refletir doença não controlada ou ser um reflexo da deficiência fisiológica de vitamina D. A suplementação de vitamina D pode ser necessária tanto para a prevenção da osteoporose quanto para o melhor controlo da doença em doentes com AR e baixos níveis de vitamina D e elevação da CRP.

Palabras clave : Artrite Reumatóide; Deficiência de Vitamina D; Dor; Hormona Paratiróide; Vitamina D.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · Inglés ( pdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons