SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 número5Em tempo de recessão, os adolescentes portugueses continuam saudáveis e felizes ou são ainda saudáveis mas já não felizes?Association between parity and breast cancer among women in north-central Nigeria: an exploratory case-control analysis índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Arquivos de Medicina

versão On-line ISSN 2183-2447

Resumo

MAGALHAES, Daniela; VINHA, Eduardo  e  CARVALHO, Davide. Uma perspectiva clínica sobre a utilidade da calcitonina e do antigénio carcinoembrionário na abordagem do carcinoma medular da tiroide: revisão da literatura. Arq Med [online]. 2015, vol.29, n.5, pp.123-131. ISSN 2183-2447.

O carcinoma medular da tiroide (CMT) é um tumor neuroendócrino raro com origem nas células C ou parafoliculares da tiroide. Metastização ganglionar é frequente, obtendo-se taxas de cura reduzidas assim que a doença se estende para além da glândula tiroide. Apenas a ressecção cirúrgica completa do tumor em fase inicial da doença oferece possibilidade de cura. Deste modo, o diagnóstico precoce e atempado desta patologia constitui um desafio clínico e é de importância crucial ao prognóstico da doença. As células C secretam uma diversidade de péptidos e hormonas, entre os quais a calcitonina e o antigénio carcinoembrionário (CEA) constituem biomarcadores tumorais estabelecidos para o CMT. O presente artigo oferece uma revisão da literatura publicada procurando avaliar a importância e utilidade destes marcadores no diagnóstico inicial de CMT, o seu papel na decisão da estratégica cirúrgica a adotar, bem como o seu interesse na monitorização da progressão da doença.

Palavras-chave : carcinoma medular da tiroide; calcitonina; antigénio carcinoembrionário.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons