SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 número3Neoplasias primárias do fígado em idade pediátrica: da patologia à clínicaSíndrome de Wernicke-Korsakoff: revisão literária da sua base neuroanatómica índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Arquivos de Medicina

versão On-line ISSN 2183-2447

Resumo

MENDES, Joana; AZEVEDO, Ana  e  AMARAL, Teresa F.. Força de preensão da mão: quantificação, determinantes e utilidade clínica. Arq Med [online]. 2013, vol.27, n.3, pp.115-120. ISSN 2183-2447.

Existem várias abordagens para a avaliação do estado nutricional que diferem, por exemplo, de acordo com a idade e o estado de saúde do indivíduo. As alterações do estado nutricional têm implicações na função muscular, pelo que a força de preensão da mão (FPM) pode ser utilizada para identificar desnutrição. A FPM é habitualmente quantificada com o recurso a dinamómetros manuais e este é um método válido, simples e objectivo. Além do estado nutricional, a FPM varia com o sexo, a idade, a altura, o índice de massa corporal, o nível de actividade física, a actividade profissional e o estado cognitivo. A diminuição da FPM associa-se de forma consistente ao comprometimento do estado funcional, ao aumento de complicações pós-operatórias e do tempo de internamento hospitalar, bem como ao aumento da mortalidade.

Palavras-chave : Estado nutricional; força da Mão; Prognóstico.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons