SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.42 issue1Accelerated aging periods and its effects on electric conductivity of popcorn seedsSpatial variability of erodibility in Mato Grosso State, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

  • Have no similar articlesSimilars in SciELO

Share


Revista de Ciências Agrárias

Print version ISSN 0871-018X

Abstract

CIPRIANI, Vânia Beatriz; GARLET, Juliana  and  LIMA, Bruna Martins de. Quebra de dormência em sementes de Chloroleucon acacioides e Senna macranthera. Rev. de Ciências Agrárias [online]. 2019, vol.42, n.1, pp.51-60. ISSN 0871-018X.  http://dx.doi.org/10.19084/RCA18238.

A dormência física é um dos principais problemas para a germinação de sementes de grande parte das espécies pertencentes a família Fabaceae. Desta forma o objetivo do presente trabalho consistiu em avaliar a eficiência de diferentes métodos de quebra de dormência de sementes de Chloroleucon acacioides e Senna macranthera As sementes foram submetidas a sete pré tratamentos: Testemunha sem quebra (T1), imersão em ácido sulfúrico 98% por 15 e 30 minutos (T2 e T3, respectivamente), imersão em soda caustica 70% por 20 e 40 minutos (T4 e T5, respectivamente), imersão em água quente por 30 min (T6) e imersão em água quente até esfriar (T7), em seguida foram colocadas para germinar em rolos de papel Germitest® em câmaras de germinação à 25 ºC e fotoperíodo de 12 horas, com delineamento inteiramente casualizado. Os tratamentos com ácido sulfúrico destacaram-se na quebra de dormência física das sementes de ambas as espécies estudadas. Para todas as variáveis analisadas o tratamento com imersão em ácido sulfúrico 98% por 30 minutos foi o mais indicado para as sementes de C. acacioides e os tratamentos T2 e T3 para S. macranthera.

Keywords : Fabaceae; sementes florestais; dormência tegumentar.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License