SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 número1Pérdida de suelo, fósforo y materia orgánica por erosión hídrica en parcelas revegetadas con matorral autóctono bajo clima semiáridoEfeito da aplicação ao solo de água-ruça, bagaço de azeitona e um composto sobre os teores de azoto total e mineral e de carbono orgânico índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista de Ciências Agrárias

versão impressa ISSN 0871-018X

Resumo

PIVETTA, C.R. et al. Efeito da rega com injecção de ar na humidade do solo, dis­ponibilidade de azoto nítrico, condutividade eléctrica e pro­dutividade da alface cultivada em estufa plástica. Rev. de Ciências Agrárias [online]. 2010, vol.33, n.1, pp.70-78. ISSN 0871-018X.

Este trabalho teve como objectivo veri­ficar se a injecção de ar junto a água de rega gota-a-gota enterrada, afecta a humi­dade do solo, a disponibilidade de azoto nítrico, a condutividade eléctrica e o cres­cimento e produtividade da alface. Para tal realizou-se um ensaio com a alface variedade “Mention” cultivada em estufa plástica e localizada na Herdade Experi­mental da Mitra-ICAAM, da Universida­de de Évora -Portugal. Utilizou-se o deli­neamento experimental blocos ao acaso com quatro repetições, com os tratamen­tos: rega com injecção de ar (CAR), e rega sem injecção de ar (SAR). O ar foi introdu­zido na água de rega por meio de um injector “Mazzei”. O teor de humidade na camada superficial (0-0,05 m) foi seme­lhante para os dois tratamentos, alcançan­do valores em torno de zero. Em termos de concentração de azoto nítrico (NO 3-) os valores observados na camada 0,10­0,20 m, aos 35 e 47 dias após a transplan­tação, foram mais elevados no tratamento CAR. Aos 47 dias após a transplantação, os níveis médios de NO3-foram de 95,33 e 67,94 ppm nos tratamentos CAR e SAR, respectivamente. A densidade radical no tratamento CAR na camada de 0-0,10 m do solo foi 34 % superior em relação ao SAR. A produção comercial não foi afectada pelo tratamento. A falta de resposta da cultura ao acréscimo de azoto nítrico e da densidade radical pode estar relacionada com o curto ciclo da cultura e/ou com o elevado teor de azoto presente no solo, ou ainda com a profundidade que os goteja­dores foram instalados e não com a fun­cionalidade do injector de ar.

Palavras-chave : densidade radical; rega gota-a-gota enterrada; Lactuca sativa L.; oxigenação.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons