SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 número1Uso del modelo LEACHM para la evaluación y optimización del uso de aguas de diferente calidad en el cultivo de cítricosEfeito do controle do sob coberto e da fertilização no cresci­mento e concentração de nutrientes em pinheiro bravo (Pinus pinaster Ait.) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista de Ciências Agrárias

versão impressa ISSN 0871-018X

Resumo

MADEIRA, A.C. et al. Comparação de correctivos aplicados a um solo de uma área mineira contaminado com arsénio e seu efeito no crescimento de plantas. Rev. de Ciências Agrárias [online]. 2010, vol.33, n.1, pp.31-40. ISSN 0871-018X.

Estudou-se o efeito de correctivos (óxido de ferro, Fe; matéria orgânica, MO; fosfato de cálcio, PCa), aplicados a um solo da área mineira de Penedono contaminado com As, no crescimento de tomateiro e salsa. Usa­ram-se, como controlos, este solo sem cor­rectivos e um solo não contaminado. Duran­te o crescimento mediu-se a altura das plan­tas, comprimento foliar e teor relativo de clorofila. Na colheita final determinaram-se os pesos frescos e secos. Os correctivos influenciaram a disponibi­lidade de As no solo, relativamente ao ori­ginal: Fe manteve-a enquanto MO e PCa a aumentaram. Ambas as espécies foram afec­tadas pelo arsénio, porém a resposta aos tra­tamentos foi diferente. A altura, compri­mento dos folíolos, teor de clorofila, peso seco e número de frutos dos tomateiros foi significativamente superior em MO do que em Fe e controlo. O correctivo MO apresen­tou resultados promissores relativamente ao crescimento e produtividade do tomateiro. Contudo, o PCa (12 g kg-1) foi o melhor cor­rectivo para o crescimento da salsa.

Palavras-chave : arsénio; correctivos; salsa; solo contaminado; tomateiro.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons