SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 número2Medição da satisfação dos profissionais de saúde: uma aplicação no Agrupamento de Centros de Saúde Feira‐AroucaPadrão de prescrição de antibióticos no Algarve: características do doente e dispersão da terapêutica índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Portuguesa de Saúde Pública

versão impressa ISSN 0870-9025

Resumo

BRANDAO, Maria Piedade; GONCALVES, Joana; SA‐COUTO, Pedro  e  SOUSA, Liliana. Independência funcional de pessoas idosas com perturbações mentais: um estudo num serviço de psicogeriatria em Portugal. Rev. Port. Sau. Pub. [online]. 2015, vol.33, n.2, pp.199-206. ISSN 0870-9025.

A dependência funcional em pessoas idosas aumenta a necessidade de cuidados sociais e de saúde. Contudo, a vasta literatura sobre independência funcional raramente se tem centrado nas pessoas idosas com perturbações mentais. Este estudo avalia a independência funcional de pessoas idosas (≥ 65 anos) com perturbações mentais. Trata‐se de um estudo transversal e retrospetivo em que os dados foram obtidos a partir de processos clínicos no serviço de psicogeriatria do Hospital Magalhães de Lemos, Porto, Portugal. A amostra compreende 157 participantes. A independência funcional foi avaliada através do sistema de avaliação de pessoas idosas EASYCare e as perturbações mentais obtidas a partir do diagnóstico clínico. Os principais resultados indicam 4 grupos considerando a independência funcional: independentes (44,7%), dependentes ligeiros (36,8%), dependentes moderados (13,2%) e dependentes severos (5,3%). A independência funcional em pessoas idosas com perturbação mental é relevante para os serviços sociais e de saúde planificarem programas de promoção da autonomia e bem‐estar.

Palavras-chave : Pessoa idosa; Independência funcional; Perturbações mentais; Avaliação geriátrica.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )