SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.37 número3Representações das figuras parentais e dor psicológica: Um estudo exploratórioQualidade do relacionamento entre irmãos e tratamento parental diferenciado numa amostra de adolescentes portugueses índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Análise Psicológica

versão impressa ISSN 0870-8231versão On-line ISSN 1646-6020

Resumo

LOPES, Ariana Pinto et al. Experiências traumáticas na doença crónica: Relatos de adolescentes com escoliose e diabetes. Aná. Psicológica [online]. 2019, vol.37, n.3, pp.327-340. ISSN 0870-8231.  http://dx.doi.org/10.14417/ap.1631.

A vivência de uma doença crónica é um fator de stress que pode originar um conjunto de vivências traumáticas ainda pouco estudadas. A escrita expressiva permite aceder aos significados de vivências pessoais criando simultaneamente oportunidades de insight e reorganização de experiências traumáticas. Usando esta técnica o presente estudo analisou as experiências traumáticas narradas por 36 adolescentes com escoliose (19 dos quais usam colete) e 20 com diabetes. Os resultados identificaram a monitorização da terapêutica, as queixas físicas, as relações interpessoais e as preocupações com o desenvolvimento da doença como sendo as experiências traumáticas mais frequentes. A comparação das narrativas dos três grupos de adolescentes mostrou que mais do que o tipo de doença, o uso do colete está significativamente implicado nas vivências traumáticas destes adolescentes. A análise dos resultados ao longo do tempo, mostrou ainda efeitos positivos da escrita expressiva na diminuição da vivência traumática destes adolescentes, reforçando a sua pertinência como instrumento para a clínica.

Palavras-chave : Adolescência; Diabetes; Escoliose; Experiências traumáticas; Escrita expressiva.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons