SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 número4O envolvimento paterno de crianças a frequentar o jardim-de-infância índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Análise Psicológica

versão impressa ISSN 0870-8231

Resumo

FIDALGO, Zilda. Discurso das mães e participação das crianças na resolução de tarefas de seriação: Impacto do desenvolvimento cognitivo e da linguagem das crianças e escolaridade das mães. Aná. Psicológica [online]. 2010, vol.28, n.4, pp.543-563. ISSN 0870-8231.

Neste estudo foram observadas 50 díades mãe-criança durante a realização conjunta de duas tarefas de resolução de problemas. As idades das crianças situavam-se entre os 3 e os 5 anos. As díades mãe-criança foram observadas durante a realização conjunta de duas tarefas de resolução de problemas. As idades das crianças situavam-se entre os 3 e os 5 anos. As tarefas pretendiam evocar nas mães situações didáticas (construção de uma série de comprimento de dez réguas, com e sem modelo). O conteúdo do discurso das mães foi analisado, de acordo com as propostas de Wertsch (1985), considerando os mecanismos semióticos que estabelecem o funcionamento inter-psicológico (a abreviação e a perspectiva referencial), que permitem a mediação metacognitiva e cognitiva. A participação das crianças foi avaliada a partir da sua responsabilidade pela resolução da tarefa e relacionada com o discurso de scaffolding (apoio) das mães, considerando as variáveis escolaridade formal das mães e desenvolvimento cognitivo e da linguagem dos filhos. Os resultados revelam que as mães adoptaram um script geral de uma interacção de tutela, mas na seriação com modelo os desafios metacognitivos foram mais frequentes e na série sem modelo é a mediação cognitiva que é proporcionalmente mais elevada. Contudo, não se verifica qualquer relação significativa entre o discurso das mães que incluem desafios de nível superior, quer metacognitivos quer cognitivos, e o nível de participação das crianças nas tarefas. Estes resultados são discutidos em termos das variáveis das crianças e das mães, numa perspectiva sócio-construtivista do Representional Redescription Model de Karmiloff Smith (1992).

Palavras-chave : Modelo de (re)descrição representacional; Resolução conjunta de problemas mãe-criança; Scaffolding; Zona de desenvolvimento potencial.

        · resumo em Francês | Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons