SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 número4Implicações da Neurocognição e da Auto-eficácia na Predição do Funcionamento Psicossocial de Pessoas com EsquizofreniaCaracterização psicológica de uma amostra forense de abusadores sexuais índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Análise Psicológica

versão impressa ISSN 0870-8231

Resumo

SENDAS, Sandra; MAIA, Ângela da Costa  e  FERNANDES, Eugénia. Entre o horror, a missão e a epopeia: Modalidades de atribuição de significado à participação na Guerra Colonial Portuguesa pelos seus ex-combatentes. Aná. Psicológica [online]. 2008, vol.26, n.4, pp.601-613. ISSN 0870-8231.

Este estudo teve como objectivo explorar os significados atribuídos por uma amostra de 314 ex-combatentes da guerra colonial portuguesa (média idade 57,3 anos, d.p. 3,69) à experiência de participação na guerra. Utilizou-se a metodologia da Grounded Theory (Glaser & Strauss, 1967) para realizar uma análise qualitativa às respostas dadas pelos sujeitos à questão, Que significado tem na sua vida ter estado na guerra. Os nossos resultados foram ao encontro das conclusões de Aldwin, Levenson, e Spiro III (1994) e de Fontana e Rosenhek (1998) sugerindo que os ex-combatentes da guerra colonial construíram significados múltiplos para as suas experiências de guerra. A guerra enquanto experiência ou a guerra enquanto espólio revestiram-se tanto de significados negativos (i.e., decepções/perdas) como de significados positivos (i.e. satisfação/benefícios).

Palavras-chave : Crescimento pós-traumático; Guerra; Estudo qualitativo; Trauma.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons