SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 número2Educadores de infância promotores de saúde e resiliência: Um estudo exploratório com crianças em situação de riscoSatisfação profissional e auto-estima em professores dos 2.º e 3.º ciclos do Ensino Básico índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Análise Psicológica

versão impressa ISSN 0870-8231

Resumo

FARIA, Maria Teresa Lobato de. Abordagem multidisciplinar no acompanhamento de uma criança com Traumatismo Crânio-Encefálico. Aná. Psicológica [online]. 2006, vol.24, n.2, pp.235-245. ISSN 0870-8231.

Quer pela mortalidade, quer pelo número de indivíduos que resulta de alguma forma incapacitado, o Traumatismo Crânio-Encefálico (TCE) constitui um dos maiores problemas de saúde pública nos EUA, Europa e outros países desenvolvidos. As alterações cognitivas, comportamentais e emocionais são, entre as consequências das lesões focais ou difusas do TCE, as que causam maior incapacidade na criança, maior destabilização nas suas famílias e maior dificuldade no seu meio social e escolar. Mais persistentes no tempo que os défices físicos, estas alterações interferem no desenvolvimento global, podendo condicionar a capacidade da criança na realização das suas aprendizagens escolares, limitar a prossecução de actividades prévias e constituir um obstáculo às relações interpessoais. Este quadro requer um longo processo de reabilitação e um acompanhamento profissional tão diversificado quanto necessário. Apresenta-se o caso A.M. com 8 anos de idade, frequentando o 2.º ano de escolaridade que, em Abril de 2002, aos 6 anos, após queda de cerca de 6 metros de altura, sofreu um Traumatismo Crânio-Encefálico (TCE) moderado. Em consequência, apresentou alterações motoras, da linguagem, cognitivas, comportamentais e emocionais, que obrigaram a uma intervenção terapêutica multidisciplinar. Durante um ano e meio foram efectuadas várias avaliações neuropsicológicas e de desenvolvimento que nos permitiram descrever a progressão do quadro clínico, incluindo as repercussões ao nível da reintegração familiar, escolar e socio-emocional.

Palavras-chave : Traumatismo Crânio-Encefálico (TCE); lobo frontal; alterações psico-sociais; défice de atenção por hiperactividade; perturbação de oposição; intervenção multi e interdisciplinar.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons