SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 número4Marquemos o encontro ao cimo da escada: O papel da activação fisiológica na atracção interpessoalVariables psicológicas, categorías deportivas y lesiones en futbolistas jóvenes: Un estudio correlacional índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Análise Psicológica

versão impressa ISSN 0870-8231

Resumo

GARCIA-MARQUES, Teresa. Diferenciando "primação afectiva" de "primação cognitiva". Aná. Psicológica [online]. 2005, vol.23, n.4, pp.437-447. ISSN 0870-8231.

Este artigo procura definir o fenómeno da "primação afectiva" (affective priming) discutindo a sua interpretação como sendo a de um fenómeno afectivo vs. um fenómeno cognitivo. Para tal são apresentados dois breves estudos que utilizam como estímulo-primo (prime) afectivo uma happy-face. O primeiro estudo demonstra a capacidade deste estímulo activar o fenómeno de primação afectiva. O segundo demonstra a sua capacidade de induzir nos participantes um estado de espírito positivo. A interpretação e discussão dos resultados é enquadrada na perspectiva teórica oferecida por Niendenthal e seus colaboradores, que sugere que a representação mental de um conceito tende a activar o afecto que lhe está associado.

Palavras-chave : Primação afectiva; primação cognitiva.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons