SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 número3A abstenção tabágica: Reflexões sobre a recaídaAbordagem psicológica da obesidade mórbida: Caracterização e apresentação do protocolo de avaliação psicológica índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Análise Psicológica

versão impressa ISSN 0870-8231

Resumo

GOMES, Rita et al. Comportamento parental na situação de risco do cancro infantil. Aná. Psicológica [online]. 2004, vol.22, n.3, pp.519-531. ISSN 0870-8231.

Na presente investigação estudou-se o comportamento parental na situação de cancro infantil. Foram analisadas dezassete entrevistas semi-estruturadas, de acordo com o método Grounded Theory. Treze das entrevistas pertencem a estudos anteriores (Gonçalves & Pires, 2001; Silva, Pires, Gonçalves, & Moura, 2001; Silva, 2002). Desde o aparecimento dos primeiros sintomas até à fase da recaída, passando pela participação do diagnóstico, internamento e tratamentos, a principal preocupação que estes pais experimentam é a de ocultar aspectos relacionados com a doença, nomeadamente, a confirmação do diagnóstico, o choque do mesmo, a palavra pesada, o sofrimento, a gravidade da doença, a dor, os efeitos secundários e a possibilidade de morte. Para isso os pais desenvolvem estratégias, tais como: não proferir a palavra, mentir, brincarem com a situação, não chorar, igualização do comportamento, não pensar, sofrer à vez, entre outras; que lhes permitem realizar ocultar ao mesmo tempo que procuram adaptar-se e adaptar os seus filhos doentes de forma mais adequada possível. Deste modo, consideram que o facto da criança não tomar conhecimento sobre os aspectos da sua doença é um importante factor para uma adaptação bem conseguida.

Palavras-chave : Cancro infantil; comportamento parental; Grounded Theory; ocultar.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons