SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 número4O túmulo de D. Afonso de Portugal (séc. XV) - proteger para conservarBreve abordagem em relação a alguns procedimentos a ter em conta em intervenções arqueológicas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Corrosão e Protecção de Materiais

versão impressa ISSN 0870-1164

Resumo

MARTINS, C. M. B.  e  MARTINS, J. I.. Mecanismo de corrosão em numismas de época romana provenientes da Senhora do Castelo. Corros. Prot. Mater. [online]. 2009, vol.28, n.4, pp.126-133. ISSN 0870-1164.

Os produtos de corrosão desenvolvidos em moedas romanas provenientes da Senhora do Castelo, datadas do séc. IV d.C., foram estudados por meio de microscopia óptica (MO), microscopia electrónica de varrimento (MEV), espectroscopia de energia dispersiva de raios-X (EDX), fluorescência de raios-X de energia dispersiva (FRXED), e difracção de raios-X (DRX). Os resultados de EDX e XRD mostram que o chumbo tem uma elevada velocidade de corrosão o qual, por interacção com o meio, é mais tarde precipitado na forma de um composto complexo de cloro, fósforo e chumbo de tonalidade amarelo-esverdeada (piromorfite).

Palavras-chave : Numismas Romanos; Corrosão; Artefactos Arqueológicos.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )