SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 número4Estudo da oxidação a alta temperatura por técnicas de análise superficial índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Corrosão e Protecção de Materiais

versão impressa ISSN 0870-1164

Resumo

FRAGATA, Fernando; ORDINE, Alberto P.; AMORIM, Cristina C.  e  FERRAZ, Olga. Ensaios de aderência de esquemas de pintura pelo método de tração (pull-off): Avaliação de fatores que influenciam os resultados. Corros. Prot. Mater. [online]. 2008, vol.27, n.4, pp.122-129. ISSN 0870-1164.

A medição de aderência dos revestimentos por pintura pelo método de tração (pull-off), segundo as normas ASTM D 4541 ou ISO 4624, tem sido muito utilizada no campo da proteção anticorrosiva. Trata-se de um método que, além de medir a tensão de ruptura, permite identificar a natureza da falha de aderência. Entretanto, alguns fatores inerentes ao ensaio podem influenciar os resultados. No presente trabalho apresentam-se os resultados de um estudo, realizado de forma conjunta por quatro laboratórios, dentro do qual se avaliou a influência da espessura da chapa de aço (3 mm e 9 mm), bem como do tipo de equipamento, nos valores da tensão de ruptura, em três esquemas de pintura com características físico-químicas diferentes. Concluiu-se que, nas chapas de 3 mm de espessura, independente do tipo de equipamento, os valores são muito inferiores aos obtidos com chapas de 9 mm de espessura. Observou-se ainda que equipamentos diferentes podem conduzir a resultados também bastante diferentes.

Palavras-chave : Aderência; Esquemas de Pintura; Método de Tração.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )