SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 número1Caracterização por Espectroscopia Fotoelectrónica de Raios X (XPS) de filmes de polipirrole em cobre índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Corrosão e Protecção de Materiais

versão impressa ISSN 0870-1164

Resumo

SANTOS, D. et al. Desempenho de pré-primários condutores para indústria automóvel aplicados sobre chapa de aço com revestimentos de zinco. Corros. Prot. Mater. [online]. 2008, vol.27, n.1, pp.15-21. ISSN 0870-1164.

Os aspectos ligados ao uso na indústria automóvel, de chapa com pré-primário aplicado, visam sobretudo o aumento da protecção anticorrosiva e a redução de custos durante o fabrico de veículos. Neste trabalho, estudou-se o comportamento de dois primários condutores, referenciados por 1 e 2, e comparou-se o mesmo com o de um primário electroforético convencional. O primário 1 é um silicato orgânico rico em zinco com baixa espessura (cerca de 4 µm) e o primário 2 consiste num primário de base aquosa contendo grafite, com espessura muito baixa (cerca de 2 µm). Aplicaram-se estes primários sobre chapas de aço electrozincadas, galvanizadas por imersão a quente e com “gavanneal”. Avaliaram-se as características de formabilidade das chapas de aço com pré-primário aplicado, recorrendo-se a ensaios de embutimento e de resistência à projecção de gravilha, efectuados de acordo com as nomas EN ISO 1520 e ASTM D3170, respectivamente. Por microscopia electrónica de varrimento (SEM) com microanálise de raios X por espectrometria de dispersão de energias (EDS) associada estudaram-se os mecanismos de corrosão. Os primários 1 e 2 quando expostos, oferecem protecção catódica, embora de modos diferentes, e permitem trabalhos de soldadura prévios.  O primário 1 actua como um primário rico em zinco e o primário 2 actua como selante dos revestimentos metálicos de zinco, não permitindo a “exaustão” do zinco e retardando o aparecimento da corrosão do ferro a partir do substrato de aço. Após algum tempo de exposição foi possível observar na superfície do primário 2, produtos de corrosão do zinco que surgiam através dos poros do revestimento por pintura. Os primários 1 e 2 aplicados com uma espessura baixa, parecem ser boas alternativas aos primários electroforéticos.

Palavras-chave : Automóvel; Pré-Primários Condutores; Chapas de Aço; Revestimentos Metálicos de Zinco.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )