SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 número2Estudos eletroquímicos de ligas Ti-Mo de interesse para biomateriais índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Corrosão e Protecção de Materiais

versão impressa ISSN 0870-1164

Resumo

MAHMOUD, S. S.. Inibição da corrosão de ligas cu-Fe em soluções de HCl através de surfactantes anfotéricos . Corros. Prot. Mater. [online]. 2007, vol.26, n.2, pp.53-60. ISSN 0870-1164.

Surfactantes anforéticos foram testados como inibidores de corrosão em ligas de Cu-Fe em soluções de 1M HCl. As técnicas usadas foram perda de peso, polarização electroquímica, medidas de impedância e espectroscopia de absorção atómica. Os surfactantes usados foram os b-aspartamatos de N-alquil-(amino etileno) de fórmula molecular:   H2N-(CH2)2- HN-CH-COOH, (R=C10-C14).                            I                          CH2 CONH-R Estes surfactantes comportam-se como inibidores tipo "híbridos", isto é, afectam as reacções catódicas e anódicas sem alterar os seus mecanismos. A acção inibidora destes surfactantes pode ocorrer por efeito hidrofóbico e de bloqueamento. O efeito inibidor aumenta com o aumento do comprimento do grupo alquídico (-R). Estes surfactantes serão adsorvidos na superfície da liga de acordo com o modelo isotérmico de Frumkin. A presença destes surfactantes em meio agressivo contribui para o aumento da energia de activação aparente. Ainda, estes surfactantes referem a dissolução preferencial do ferro da liga.

Palavras-chave : Liga Cu-Fe; Inibidores; Polarização Galvanostática; Isotérmica de Frumkin; Surfatantes Anfotéricos.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )