SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 número3Não entres tão depressa nessa noite escura de António Lobo Antunes: da escrita romanesca à partitura musicalMarianela de galdós: um olhar educativo índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Diacrítica

versão impressa ISSN 0807-8967

Resumo

LIMA, Erickaline Bezerra de  e  CIOTTI, Naira Neide. Censura no teatro brasileiro e o arquivo - perdoa-me por me traíres de Nelson Rodrigues: uma análise a partir de jacques derrida. Diacrítica [online]. 2015, vol.29, n.3, pp.98-120. ISSN 0807-8967.

Problematizando a noção de arquivo a partir de Jacques Derrida, revisitaremos o trajeto histórico da censura no teatro brasileiro e do processo censório da peça teatral Perdoa-me por me traíres do dramaturgo brasileiro Nelson Falcão Rodrigues - processo disponibilizado pelo Arquivo Miroel Silveira (AMS / USP). Exploraremos nessa relação os paradoxos e os conceitos que atravessam o arquivo para compreender as ações censórias que trouxeram para si obras teatrais e, ainda, intencionaram agir diretamente sobre elas, solicitando cortes e mudanças diversas - algo que nos permite considerar a ideia de dupla autoria presente no embate artista versus censura. Com isso, o efeito de abrir o arquivo por meio de conceitos derridanianos é se confrontar com verdades antes não pensadas em torno da censura enquanto arquivo, ampliando a dimensão histórica envolvida e igualmente da nossa capacidade de analisa-lo.

Palavras-chave : censura; arquivo; Nelson Rodrigues; Teatro brasileiro; Jacques Derrida; Arquivo Miroel Silveira.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons