SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 número3Almeida Garrett e a proposta política do romantismo índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Diacrítica

versão impressa ISSN 0807-8967

Resumo

CAN, Nazir Ahmed. Doxas, paradoxos e horizontes: o circuito secundário da poesia moçambicana em discussão. Diacrítica [online]. 2015, vol.29, n.3, pp.26-46. ISSN 0807-8967.

O presente texto reflete sobre as relações entre língua, poesia e institucionalização literária em Moçambique. Após algumas considerações sobre o “símile-campo” nacional, espaço periférico e pouco prestigiado pela instituição literária, centraremos nossa atenção em Poemas em sacos vazios que ficam de pé, primeiro livro de Hélder Faife. Observaremos como o autor exercita um jogo que entrecruza língua e sociedade: a partir de pequenas variações prosódicas (que oferecem uma musicalidade orgânica aos versos) e deslocamentos morfossintáticos (que indiciam o tráfico generalizado entre os protagonistas), Faife apresenta algumas das grandes contradições do atual meio urbano moçambicano.

Palavras-chave : Moçambique; poesia; símile-campo; língua; sociedade; Hélder Faife.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons