SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 número2In search of a telos: a critique of the performative green public sphereCarlos nino's conception of consent in crime índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Diacrítica

versão impressa ISSN 0807-8967

Resumo

COLEN, José. Physis and nomos: The nature of equality in popper’s and strauss’ readings of Plato. Diacrítica [online]. 2013, vol.27, n.2, pp.87-101. ISSN 0807-8967.

Buscar arduamente a igualdade tem estado muitas vezes, senão sempre, no coração do ethos dos regimes democráticos, mesmo quando as práticas ficam aquém dessa meta ambiciosa. A tendência para uma cada vez maior igualdade enfrenta todavia uma limitação importante e generalizada, ou seja, a cidadania não é um direito partilhado por todos, mas um privilégio do nascimento, descendência ou ligação à terra. Platão deu voz a este problema num diálogo intitulado Menexeno: é a democracia viável se não há vínculos históricos ou uma cultura comum que justifiquem a solidariedade e tornem suportável a partilha dos fardos democráticos? É a igualdade social dos cidadãos uma condição que força a busca da igualdade legal ou um inimigo de excelência? Apesar das enormes diferenças entre as agendas de Strauss e Popper e mesmo dos seus ideais, ambos optaram por explorar a base normativa da democracia por confronto com Platão e seus predecessores. Karl Popper em A Sociedade aberta criticou os argumentos de Platão contra a igualdade propondo uma interpretação idiossincrática da controvérsia sobre Natureza e Convenção. Leo Strauss nas suas conferências sobre Direito natural e história também discorreu sobre o aparecimento dos conceitos de Physis e Nomos, confrontando Platão com o “convencionalismo clássico”. Este artigo envolve Popper e Strauss num debate imaginário sobre os fundamentos da igualdade política.

Palavras-chave : Karl Popper; Leo Strauss; igualdade; convenção; natureza; Menexeno de Platão.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )