SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 número1Comparação de sistemas alternativos para o envelhecimento de aguardente vínica. Efeito da oxigenação e da forma da madeiraControlo de qualidade em análises de vinhos por FTIR: Aceitação de resultados analíticos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Ciência e Técnica Vitivinícola

versão impressa ISSN 0254-0223

Resumo

VILLA, Fabíola et al. Efeito do sulfato de adenina e de 6-benzillaminopurina no crescimento in vitro de porta-enxertos de videira. Ciência Téc. Vitiv. [online]. 2009, vol.24, n.1, pp.41-46. ISSN 0254-0223.

Na viticultura, as técnicas de micropropagação tornam-se imprescindíveis para a obtenção em larga escala de material de boa qualidade fitossanitária. Objetivou-se com presente trabalho estudar o efeito da utilização de sulfato de adenina, associado ao BAP na multiplicação in vitro de dois porta-enxertos de videira. Segmentos nodais do porta-enxerto de videira ‘VR043-43’ (Vitis vinifera x V. rotundifolia) e de ‘R110’ (Vitis berlandieri x V. rupestris), com cerca de 2 cm de comprimento, oriundos de brotações pré-estabelecidos in vitro foram excisados e introduzidos em tubos de ensaio contendo 15 mL do meio de cultura DSD1. O experimento constituiu-se de dois porta-enxertos de videira conduzidos em diferentes concentrações de sulfato de adenina (0; 20; 40; 60 e 80 mg L-1) e de BAP (0; 0,5 e 1,0 mg L-1), em fatorial 5x3, adicionadas ao meio de cultivo. Os meios foram acrescidos de 20 g L-1 de sacarose, solidificados com 6 g l -1de ágar e o pH ajustado para 6,4, antes da autoclavagem a 121ºC e 1 atm por 20 minutos. Posteriormente à inoculação, os tubos de ensaio foram transferidos para sala de crescimento a 25±2ºC, irradiância de 35 µmol.m-2.s-2 e fotoperíodo de 16 horas diárias, permanecendo nestas condições por 70 dias. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualisado, utilizando-se quatro repetições com doze brotações por tratamento. Foram avaliados números de folhas, comprimento da parte aérea, peso da matéria fresca da parte aérea e de calos. Melhores resultados na micropropagação de ‘VR043-43’ e ‘R110’ foram obtidos em meio DSD1 sem a adição de sulfato de adenina e com 1,0 mg L -1 de BAP.

Palavras-chave : micropropação; Vitis spp; porta-enxertos; fitohormonas; sultato de adenina; BAP.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )