SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 número1Estudo da validação do método imunoquímico ELISA para a quantificação deocratoxina A em vinhos doces de sobremesa elaborados com usas desidratadas ao sol índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Ciência e Técnica Vitivinícola

versão impressa ISSN 0254-0223

Resumo

LOPES, J. et al. Exigências térmicas, duração e precocidade de estados fenológicos de castas da colecção ampelográfica nacional. Ciência Téc. Vitiv. [online]. 2008, vol.23, n.1, pp.61-71. ISSN 0254-0223.

A temperatura é o factor climático com maior importância no desenvolvimento da videira, controlando o ritmo a que ocorrem os vários estados fenológicos do seu ciclo biológico, nomeadamente o abrolhamento, a floração, o pintor e a maturação. Em Portugal existe pouca informação relativa às necessidades térmicas das castas destinadas à produção de vinho. O objectivo deste trabalho é avaliar as durações térmicas de cada fase do ciclo de desenvolvimento de castas da colecção ampelográfica nacional, localizada na Estação Vitivinícola Nacional em Dois Portos. As castas foram classificadas como de ciclo curto, médio ou longo de acordo com a duração de cada fase de desenvolvimento e do ciclo completo. Também se classificaram as castas em precoces, meia - estação e tardias, com referência a 1 de Janeiro.

Palavras-chave : Videira; Fenologia; Temperatura.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )