SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número232Sobre o financiamento de um RBI em PortugalOs direitos de petição legislativa e de iniciativa legislativa de cidadãos como instrumentos de reforço da democracia representativa índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Análise Social

versão impressa ISSN 0003-2573

Resumo

ALMEIDA, Luís Filipe Mota  e  SOUSA, Luís de. O direito de oposição nos municípios portugueses. Anál. Social [online]. 2019, n.232, pp.504-531. ISSN 0003-2573.  http://dx.doi.org/10.31447/as00032573.2019232.04.

A ordem jurídica portuguesa consagra constitucionalmente e através de lei ordinária dedicada para o efeito, um direito de oposição (Lei 24/98, de 26 de maio). A aplicação deste instrumento regulador, sobretudo na esfera política local, onde as tensões entre governo e oposição se fazem sentir com maior acuidade, não tem merecido a atenção devida quer do ponto de vista da reflexão normativa, quer em termos da investigação empírica. Passados 20 anos desde a sua adoção, este artigo procura analisar, de forma diacrónica, as soluções consagradas neste diploma legal, propondo um conjunto de alterações ao normativo em vigor.

Palavras-chave : oposição; democracia; governo local; municípios.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons